contato@comunicabc.com.br

22 de maio, 2024

2

Principais cuidados faciais para a pele ao longo dos anos

cuidados com a pele

Aprenda como manter a pele mais firme e com menos linhas de expressão 

Envelhecer é um processo natural que ocorre durante os anos. O envelhecimento pode ser saudável ou não de acordo com os hábitos de uma vida toda, que no futuro irão responder diretamente na saúde. A pele, o maior órgão do corpo humano, é sem dúvidas um dos mais atingidos pelo fator tempo e hábitos que são repetidos na rotina. Esse órgão também é um dos que tem mais fármacos à sua disposição, como produtos firmadores, protetores e séruns. 

As áreas mais expostas à luz solar, como rosto, pescoço, colo e mãos são as que mais apresentam sinais negativos do envelhecimento, por exemplo, manchas e linhas profundas de expressão. São nessas áreas que é mais comum o surgimento de doenças, pois o Sol emite radiação que ao longo dos anos prejudica a saúde da pele. A maneira mais eficaz de evitar que a pele absorva a radiação é com o uso do protetor solar e evitar longos períodos de exposição, principalmente entre meio-dia e quatorze horas.

A pele, a primeira e principal barreira do corpo que evita a entrada de bactérias e vírus que são maléficos para o corpo deve receber cuidados específicos para além de manter a sua principal função, como barreira para o organismo, além de envelhecer com saúde. Nos tópicos abaixo, há dicas de como pequenos cuidados e o uso de alguns produtos, desde que incluídos na rotina de skincare, podem fazer a diferença no bem-estar da pele.

Rosto

O rosto sofre mais com a exposição solar, assim, ele recebe mais radiação dos raios ultravioleta, que são maléficos para a pele, pois é um dos principais responsáveis pelo câncer de pele, o mais comum no Brasil. Além dos fatores biológicos, que ditam a predisposição para doenças, cuidados e o tipo de ambiente de exposição podem ajudar a evitar o surgimento de patologias.

Para quem quer manter o rosto protegido do Sol, dificultando o surgimento de doenças e manchas, o protetor solar é o principal aliado. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o protetor não deve ser usado apenas nos dias de praia e piscina, mas diariamente. Sempre que se expor ao Sol, mesmo no inverno, o uso do protetor solar é recomendado.

Além das manchas, que são uma das queixas mais recorrentes aos profissionais de dermatologia, as linhas de expressão também se tornam um problema. Séruns com ativos de vitamina C são os que mais correspondem positivamente para quem quer evitar um rosto muito marcado.

Para peles mais maduras, cremes e séruns com esse ativo talvez não correspondam tão bem, então tratamentos com aplicação de vitamina C devem ser discutidos com um dermatologista.

Pescoço e colo

As regiões que também ficam muito expostas à luz solar e, geralmente, são esquecidas, mesmo para quem usa protetor solar diariamente. A maioria das pessoas dá atenção ao rosto, mas esquecem que o pescoço e colo, principalmente das mulheres, ficam expostos à radiação. O protetor solar também deve ser passado nessas regiões.

O uso de hidratante, assim como do protetor, deve ser obrigatório, pois essas regiões também sofrem com ressecamento que pode ser causado não só pelo Sol, mas por banhos muito quentes e sabonetes que não têm ativos hidratantes. Por isso, é importante escolher um creme e sabonete que estejam de acordo com as necessidades da pele. Por exemplo, uma pele muito ressecada vai exigir um sabonete hidratante, banhos curtos e mornos e um creme com poder de penetração e durabilidade muito maior.

Em relação às peles oleosas e mistas, é importante conversar com um dermatologista para criar uma rotina de skincare que equilibre as necessidades. Como o hidratante é um item indispensável, as peles oleosas e mistas tendem a ficar mais oleosas, nesse caso seria interessante o uso de géis de limpeza e protetores com textura matte, aquela que seca mais rápido e dá a aparência de pele sequinha.

Corpo

O hidratante deve fazer parte da rotina do corpo, assim como o consumo de água, pois os cremes hidratam por fora, enquanto a água hidrata por dentro. É importante consumir no mínimo 2 litros de água por dia, o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Sem o consumo correto de água, o corpo tem tendência a reter líquido, o que é ruim para a pele, que vai ficar mais ressecada, pois não vai receber a hidratação que merece.

O protetor solar também deve ser usado nas áreas de exposição, por exemplo, mãos, braços, pernas e pés. Peles maduras exigem um protetor solar com fator mais alto, pois a pele fica mais sensível aos raios solares. Já as pessoas que estão entrando na terceira idade devem discutir a quantidade de água que devem tomar, pois um corpo mais maduro exige cuidados mais específicos.

Tags:

Redação Multti Clique

Redação Multti Clique

O Multti Clique é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *