contato@comunicabc.com.br

14 de abril, 2024

2

Como implementar uma Cobranding?

Como implementar uma Cobranding?

O Cobranding acontece quando duas empresas se unem para fazer uma parceria e lançar um produto ou serviço que contemple ambas.

Essa estratégia não é uma novidade, muito pelo contrário, existem exemplos de sucesso que começaram a aparecer no início dos anos 2000.

Marcas famosas faziam acordos de cooperação entre elas para lançar um produto e muitas continuam na empreitada até os dias de hoje.

Um bom exemplo dessa prática em ação se dá pela indústria do cinema e os fabricantes de alimentos ou restaurantes. É o caso de marcas de salgadinhos que lançam produtos com embalagens de super-heróis.

Ao contrário do que muitos pensam, o Cobranding não é uma estratégia apenas para grandes marcas, muito pelo contrário. Essa ação é muito versátil e pode ser aplicada por pequenos negócios.

Inclusive, existem parcerias de sucesso feitas por pequenos negócios brasileiros com renomadas empresas estrangeiras. Isso é possível por conta das inúmeras possibilidades que a estratégia oferece, independentemente do porte do negócio.

Para entender melhor esse conceito, este texto vai explicar como fazer Cobranding, falar sobre seus objetivos e expor as diferenças entre ele e o Rebranding.

Como fazer Cobranding?

As estratégias de Cobranding precisam de uma colaboração sólida entre as marcas envolvidas e elas precisam entender os objetivos da parceria. Por conta disso, é necessário planejar a estratégia com as seguintes etapas:

Identificar os objetivos

A primeira coisa a ser feita é estabelecer os objetivos do negócio e entender de que maneira o Cobranding pode ajudar a alcançá-los.

Muitas organizações investem nessa metodologia para expandir a base de clientes, aumentar o reconhecimento de marca ou querem lançar um novo produto ou serviço.

Buscar parcerias

Se uma empresa que oferece locação de lavadora piso quiser trabalhar essa estratégia, precisa encontrar um parceiro que compartilhe a mesma visão de negócios, objetivos e valores.

Ele também precisa ter a mesma base de clientes e uma boa reputação no mercado, caso contrário, dificilmente os resultados serão positivos.

Determinar a estratégia

É necessário determinar de que maneira as marcas serão combinadas, pois existem várias formas de trabalhar o Cobranding.

Ele pode ser realizado ao criar um novo produto ou serviço em conjunto, combinar as embalagens ou até mesmo copromover as soluções já existentes.

Definir a estrutura da parceria

A estrutura da parceria se dá pelas responsabilidades de cada parceiro e elas precisam ser bem determinadas para evitar problemas ao longo do projeto.

É necessário definir as responsabilidades de marketing de cada um, como a distribuição será feita ou de que maneira vão trabalhar o desenvolvimento dos produtos e serviços.

Desenvolver um plano conjunto de marketing

Uma clínica de psicologia onde marcar tratamento de fobias também deve criar um plano de marketing digital com seu parceiro que inclua diferentes estratégias, como:

  • Criação de conteúdo;
  • Ações de publicidade;
  • Promoções;
  • Eventos nas redes sociais.

O planejamento deve ser feito adequadamente para alcançar os objetivos da parceria e atrair a atenção do público na internet.

Implementar a estratégia

O plano de marketing digital deve ser executado em conjunto, sempre monitorando os resultados e o progresso da parceria.

Ambas as empresas devem estar cientes de que pode ser necessário fazer pesquisas de satisfação e ajustar o que foi previamente inserido no planejamento e na estratégia.

Avaliar os resultados

Depois de implementar o Cobranding, as organizações precisam avaliar os resultados obtidos com a parceria, o que é feito por meio de métricas.

Entre as métricas avaliadas estão o aumento das vendas, engajamento nas redes sociais e feedback dos clientes, pois tudo isso ajuda a avaliar se a ação foi bem-sucedida e se vale a pena mantê-la.

Objetivos do Cobranding

O trabalho em conjunto com outra marca ajuda as organizações a alcançarem novos clientes que dificilmente seriam atraídos sem uma estratégia semelhante.

Ao colocar essa ação em prática, uma empresa de circuito fechado de TV residencial pode aumentar suas vendas e seu faturamento. Mas o Cobranding também tem outros propósitos, como:

  • Acesso a novos mercados;
  • Ampliação da clientela;
  • Fortalecimento da imagem da marca;
  • Redução dos custos;
  • Aumento da competitividade.

As empresas podem se beneficiar com o Cobranding porque conseguem acessar novos mercados. Isso acontece porque a presença de uma empresa parceira ajuda a estabelecer uma marca mais forte em um mercado desconhecido até então.

Os negócios envolvidos vão compartilhar a base de contatos e aumentar a carteira de clientes. Eles também conseguem alcançar os consumidores que não considerariam os produtos e serviços oferecidos no momento da compra.

Essa associação consegue solidificar a imagem das marcas e torná-las mais atraentes para o público-alvo. Como resultado, as organizações vão impulsionar o Brand Awareness e melhorar a percepção de valor em relação às soluções por parte dos consumidores.

Por meio do Cobranding, um restaurante de coffee break para 40 pessoas consegue reduzir os custos de produção, distribuição e marketing, tendo em vista que os investimentos são divididos entre os parceiros.

A estratégia também tem como objetivo fazer com que as empresas envolvidas na parceria se tornem mais competitivas em seu segmento de atuação.

Isso acontece porque a colaboração ajuda a criar soluções únicas e que se destacam no mercado e entre os consumidores.

Diferença entre Cobranding e Rebranding

Como falado anteriormente, o Cobranding é uma estratégia usada entre duas empresas para lançar uma solução em conjunto no mercado, mas essa prática é diferente do que acontece no Rebranding.

O Rebranding nada mais é do que um conjunto de ações e estratégias com a intenção de modificar o posicionamento da marca no mercado. Ele não precisa de uma parceria como acontece no Cobranding e seus objetivos são diferentes.

Como fazer Rebranding?

Para entender melhor as diferenças entre Rebranding e Cobranding, vale a pena ilustrar de que maneira essa estratégia deve ser trabalhada. Uma empresa de remoção de paciente pode colocá-la em prática por meio das seguintes ações:

Trabalhar a identidade visual

A identidade visual de uma empresa é feita por meio de elementos que representam a marca, como as cores, o design do site, o estilo das publicações nas redes sociais e a fonte escolhida para elaborar as mensagens.

Todos eles devem estar alinhados dentro de um mesmo padrão, mas, no caso de uma mudança, por exemplo, no logotipo, é importante pensar que as alterações precisam ser realizadas em outros aspectos visuais do negócio.

Essa situação deve ser pensada de maneira estratégica para encontrar o equilíbrio e evitar que as características da marca sejam prejudicadas.

Trabalhar com canais relevantes

A modernização da marca precisa ser acompanhada por meio de uma exposição estratégica nos canais de mídia. Se o negócio não tiver uma estratégia bem estruturada para usar as redes sociais, o Rebranding é a oportunidade de resolver o problema.

Mas os canais escolhidos por um fabricante de regador com cabo extensor precisam estar de acordo com os interesses da persona e facilitar a divulgação das mudanças.

Se as estratégias de Rebranding estiverem voltadas para um público mais jovem, por exemplo, as redes sociais devem estar de acordo com os gostos dessa audiência.

Criar expectativas

É frustrante quando todos os esforços de Rebranding não são notados pelo público-alvo, e para evitar que isso aconteça, a organização deve criar expectativas em sua audiência com a ajuda das campanhas de marketing digital.

O envio de e-mail informando sobre a chegada de uma novidade é interessante para gerar interesse, independentemente da ação usada pela empresa, ela deve ser repetida nos outros canais, como blog institucional, site e redes sociais.

Ao fazer isso, um fabricante de rede de proteção removível para janela basculante deve monitorar as primeiras impressões do público em relação ao lançamento da campanha.

Definir os objetivos

O sucesso do rebranding depende da capacidade de definir objetivos, pois se a empresa não souber para onde está indo, dificilmente terá bons resultados.

Ao fazer a gestão da marca, o gestor deve pensar se a intenção é atrair um novo público, modernizar a imagem do negócio ou até mesmo comunicar uma mudança estratégica.

Lembrando que as metas precisam ser tangíveis para que possam guiar todas as etapas do processo e garantir que essas ações estejam de acordo com a direção que a empresa deseja alcançar.

Com objetivos bem definidos, uma clínica especializada em tratamento para viciados em drogas pode começar a planejar as estratégias que vão impactar o público desejado.

Considerações finais

Como foi abordado ao longo deste conteúdo, para que as estratégias de Cobranding sejam um sucesso, a marca precisa de uma equipe bem alinhada e escolher um parceiro com base em critérios predefinidos.

Essa ação pode acontecer entre organizações de um mesmo grupo ou mesmo fundador, como acontece com muitas empresas.

O mais importante é que ambas estejam interessadas nos mesmos propósitos e voltem suas ações para o público certo, assim, vão conseguir desbravar novos mercados e expandir sua atuação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento , onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Tags:

Redação Multti Clique

Redação Multti Clique

O Multti Clique é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *