contato@comunicabc.com.br

19 de maio, 2024

2

Treinamento corporativo: como planejá-lo e executá-lo com sucesso?

Treinamento corporativo

Investir em treinamento corporativo é algo cada vez mais comum dentro das empresas, principalmente entre aquelas que querem alcançar resultados positivos. Ele é fundamental para desenvolver as habilidades e potencialidades das pessoas.

Como consequência, a própria empresa consegue ter acesso a vários benefícios, isso porque os treinamentos podem ser usados para ensinar procedimentos e até normas de segurança.

São informações que favorecem o desempenho dos profissionais e muitos deles até mesmo evita um acidente. Por conta de seus benefícios, acabou se tornando um investimento que traz vantagens competitivas para a corporação.

Uma delas é o aumento da produtividade, pois, a partir do momento em que os colaboradores têm qualificação teórica e técnica para os processos do dia a dia, sentem-se mais satisfeitos e com isso produzem mais e melhor.

O treinamento consegue melhorar a qualidade das relações entre os funcionários, o que traz melhorias nos níveis de qualidade. Quando isso acontece, a organização consegue se destacar em seu mercado de atuação.

Por se tratar de algo que traz mais vantagem competitiva, este artigo vai mostrar como identificar as necessidades de treinamento, quais são os melhores métodos para aplicá-lo e como avaliar o sucesso do treinamento corporativo.

Como identificar as necessidades de treinamento

Para identificar as necessidades de treinamento dos funcionários, a primeira coisa que uma empresa precisa fazer é decidir o que pretende alcançar.

Alguns gestores costumam avaliar o conhecimento básico dos colaboradores antes de estabelecer as metas, mas essas informações serão muito melhores se estiverem dentro de um contexto.

Em outras palavras, uma loja de compressor de ar parafuso usado deve definir as metas e objetivos da companhia, antes de coletar os dados dos funcionários, para só, depois, decidir como vai investir no treinamento.

O segundo passo é identificar o conhecimento e as habilidades que os profissionais precisam ter para cumprir suas funções. Conforme uma empresa cresce, ela também muda, e com isso os colaboradores podem apresentar lacunas de conhecimento.

Com base nisso, é fundamental articular cuidadosamente o que essas pessoas precisam saber para exercer suas funções no cotidiano.

O gestor pode fazer uma lista com todos os conhecimentos e habilidades e determinar em que parte os funcionários se encaixam dentro do espectro. É interessante permitir que os colaboradores mostrem seus conhecimentos, antes de definir o treinamento.

Uma das formas de fazer isso é por meio de questionários ou pesquisas, observar os colaboradores e examinar o trabalho que realizam e até mesmo conduzir avaliações formais.

O gestor deve reservar um tempo para conversar com os profissionais e entender quais são suas necessidades para realizar o trabalho da melhor forma.

Um escritório de arquitetura especializado em projeto de piscina de vinil com prainha procura saber se as pessoas estão felizes em suas funções ou se existe alguma coisa que pode aumentar esse sentimento.

Mas é importante deixar claro que o objetivo da empresa ao fazer essa entrevista é definir as metas e objetivos de um treinamento para que ele possa atender às expectativas e necessidades dos colaboradores.

Fazer isso é muito importante porque as pessoas podem pensar que se trata de algum corte e com isso sentem receio em responder.

A equipe de recursos humanos pode conversar com os gerentes porque eles atuam como uma ponte entre os executivos e os trabalhadores, além do mais, possuem pontos de vista interessantes sobre como as coisas acontecem no dia a dia.

Conversar com eles é uma forma de entender o que eles pensam, qual é a ideia de mudança e daquilo que pode ser melhorado, entre outras informações que vão ajudar a colocar o treinamento em ação.

Também é muito importante que a empresa faça uma avaliação dos recursos voltados para treinamento e combiná-lo com as necessidades da companhia.

É assim que uma clínica com cuidador de idosos 12×36 vai conseguir focar exatamente naquilo que os funcionários precisam, ao mesmo tempo em que atende às metas organizacionais.

Melhores métodos de treinamento

Existem métodos de treinamento diferentes, e conhecê-los é muito importante para escolher aquele que seja mais compatível com as necessidades do negócio. São eles:

  • Mentoria;
  • Gamificação;
  • EAD;
  • Treinamento presencial;
  • Seminários e workshops;
  • Grupos de estudo;
  • CHACAP.

O programa de mentoria é um tipo de treinamento muito usado pelas empresas, e neles os profissionais trabalham como mentores. O objetivo é permitir que o funcionário aprenda com alguém que já sabe sua função.

É interessante escolher o profissional mais experiente para orientar quem está chegando na empresa, por meio de reuniões frequentes para debater assuntos específicos, bem como políticas internas, procedimentos e outros temas.

A gamificação consiste no uso de elementos lúdicos que promovem conhecimento e aproveitam a dinâmica dos jogos. É uma opção muito eficiente para aumentar o interesse dos funcionários e aumentar o engajamento.

Ao usar essa opção, uma empresa de gerenciamento ambiental e descarte do lixo hospitalar vai fazer com que os usuários cumpram as fases e questões do jogo e consigam subir de nível até concluir as etapas.

A educação a distância (EAD) também pode ser usada durante os treinamentos, por meio de um ambiente de estudos virtual que pode ser acessado de qualquer lugar e a qualquer momento.

Não é necessário encontrar espaço físico para comportar todos os funcionários, o que traz mais economia de dinheiro e tempo para que o processo seja mais prático e simples.

A capacitação dos colaboradores pode acontecer de acordo com a demanda, tudo com flexibilidade de horário para aumentar o alcance e facilitar a participação.

Na outra ponta está o treinamento presencial, usado pelas organizações há muito tempo. Trata-se de um tipo de sala de aula onde os funcionários se reúnem para receber um conteúdo específico que vai ajudar a desenvolver a equipe.

Uma gráfica especializada em plotagem de parede também pode investir em seminários e workshops porque abordam de maneira prática o tema. Eles contribuem muito com o conhecimento dos funcionários e aumentam o engajamento.

Os grupos de estudo são formados pelos profissionais da empresa que estão participando de um mesmo projeto, podendo ser uma criação pontual, capaz de resolver problemas específicos e importantes para o negócio.

Por fim, o CHACAP é uma metodologia que serve como base para todas as atividades e oferece a melhor solução, considerando a necessidade de capacitação de cada equipe.

Ela engloba todas as atividades relacionadas ao desenvolvimento de projetos para definir os objetivos de aprendizagem, baseados em necessidades e objetivos que o cliente quer alcançar, além dos objetivos e níveis de desempenho que o aluno precisa atingir.

Como avaliar o treinamento corporativo

Para avaliar o atendimento corporativo, uma clínica de exame toxicológico urina deve trabalhar com alguns indicadores de sucesso, dentre os quais estão:

Feedback dos colaboradores

Um dos melhores indicadores de sucesso ao feedback dos colaboradores, e antes mesmo de iniciar o treinamento, é interessante coletar informações do público para identificar as melhores práticas que vão gerar engajamento.

Depois de finalizar o processo, a organização precisa avaliar as reações e comparar os resultados obtidos com aquilo que foi planejado.

Capacidade de aplicar o que foi aprendido

Não basta gostar e compreender o que foi transmitido durante o treinamento, pois mesmo que essas questões sejam importantes, é indispensável resolver os problemas que possam aparecer no dia a dia.

Em outras palavras, os funcionários de uma empresa de regulagem de válvula do motor cht precisam saber usar o que aprenderam.

Melhorar a performance e a produtividade

Esse indicador traz um retorno de médio e longo prazo, mas só pode ser atingido se os outros também forem avaliados.

Em primeiro lugar, os funcionários precisam de gostar do treinamento e enxergar sua utilidade. Ele deve ensinar conceitos, mudar a forma como as pessoas pensam é a linguagem usada por elas, ser aplicado e só então trazer benefícios.

Analisando esses fatores, fica claro que a companhia tem todo um caminho que precisa percorrer e queimar etapas pode prejudicar o sucesso do objetivo.

Quando um fabricante de revestimento de isopor para teto investe em educação corporativa, está indo além de um simples treinamento empresarial. Na verdade, é algo que está relacionado ao aumento da competitividade dos produtos e serviços.

Mais do que isso, ela está trabalhando com algo que vai aumentar a competitividade daquilo que oferece, ao mesmo tempo em que melhora a motivação e o nível de engajamento dos funcionários.

Considerações finais

Uma empresa que investe no conhecimento de seus colaboradores consegue obter retornos muito melhores.

O treinamento melhora as habilidades dos funcionários e entrega tudo aquilo que eles precisam para suas atividades do dia a dia.

Naturalmente, eles vão se sentir muito mais motivados e isso vai aumentar a produtividade, sem perder a qualidade das tarefas.

São melhorias que trazem outros benefícios para a corporação, ajudando até mesmo a melhorar seu posicionamento no mercado.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Tags:

Redação Multti Clique

Redação Multti Clique

O Multti Clique é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *