contato@comunicabc.com.br

22 de maio, 2024

2

Como trocar o pneu? Saiba mais sobre a manutenção diária do seu veículo

comprar pneu

Um dos maiores receios de qualquer motorista é ter o seu pneu furado. Mesmo que esse acontecimento não tenha um acidente mais grave como consequência, ele ainda é um grande incômodo para quem dirige, que pode ficar atrasado para um compromisso importante ou ter seu passeio com a família arruinado.

Nessas horas, é fundamental que o motorista tenha um pneu extra no veículo para conseguir o que está danificado. Entretanto, quem tirou carteira recentemente e está com o seu primeiro carro pode se deparar com uma dúvida bem comum: como trocar um pneu? Abaixo, saiba como fazer esse procedimento com segurança.

Como trocar o pneu?

Em caso de pneu furado, o primeiro passo é parar em um local apropriado para trocá-lo. Procure por um plano regular para que o carro não deslize. Se estiver na estrada, afaste-se do trânsito mais intenso indo para o acostamento. Puxe o freio de mão para se assegurar que o carro não irá se mover, ligue o pisca-alerta do veículo e pegue o triângulo para colocá-lo a cerca de 30 metros, sinalizando para os outros motoristas.

Com o carro parado, pegue o estepe e o macaco, que costumam ficar no porta-malas. O macaco deve ser encaixado na canaleta, uma estrutura metálica incumbida para essa função. Em caso de dúvidas, pode-se consultar o manual do carro ou ver a sinalização presente próxima à roda dianteira, ou traseira dos veículos mais modernos.

Quando o macaco estiver encaixado, levante-o até o carro estar apoiado sobre ele, mas sem deixá-lo suspenso no ar. É nessa hora que deve-se retirar a calota e afrouxar os parafusos, utilizando a chave de roda. Os parafusos são desroqueados no sentido anti-horário.

Após esse afrouxamento, mantenha o macaco levantado e termine de remover os parafusos para retirar a roda — isso deve estar em uma boa altura do solo para que a troca seja possível. Após retirar a roda, é hora de colocar a nova. Encaixe o estepe no eixo e verifique se os buracos dos parafusos estão alinhados. Aproveite para checar se a câmara de gás está virada para fora do veículo.

Comece a rosquear os parafusos até onde conseguir, finalizando o serviço com a chave de roda. Tenha cuidado para apertar todos os parafusos de forma igualitária. Quando a nova roda estiver instalada, abaixe o veículo e, após isso, termine de apertar os parafusos, instalando a calota em seguida.

Cuidados com o carro para o dia a dia

Além de saber trocar um pneu em situações de emergência, é importante que o motorista que esteja com o seu primeiro carro conheça outras dicas para conservá-lo. Vários hábitos precisam ser incluídos na rotina para que a manutenção dele esteja em dia. Conheça alguns dos principais deles a seguir.

Cheque o volume de água e óleo

Outro cuidado muito importante com o veículo é constantemente verificar o nível de água e óleo no motor. Isso é fundamental porque são eles que garantem que o motor funcione corretamente. Geralmente, os níveis desses líquidos devem se manter até a hora da troca. Se perceber algo de errado com a lubrificação, é sinal de que pode haver vazamentos ou algum problema no motor, sendo necessário consultar um mecânico. Já no caso da água, se preciso, complemente utilizando o mesmo aditivo.

Preste atenção nos barulhos e no consumo do carro

Barulhos estranhos são uma excelente forma de indicar que há algo de errado com o motor. Ao sair na primeira vez do dia, deixe o som desligado por alguns quilômetros e fique atento a sinais que podem indicar algum problema. Batidas na suspensão, chiados no freio ou ruídos do motor são alguns dos indícios mais comuns de que é hora de procurar o mecânico.

Também vale ficar de olho no consumo de combustível. Caso ele esteja muito alto, é um sinal de que o carro deve estar fazendo mais esforço para ganhar velocidade e trafegar. Se mantido, o consumo alto pode deteriorar componentes importantes e causar danos internos no motor do veículo — além do prejuízo de ter que reabastecer mais vezes.

Dirija com o giro do motor nos níveis indicados

Um dos indicadores mais importantes do painel do veículo é o giro do motor. É importante que, no dia a dia, o motorista sempre o mantenha em uma posição média. Rodar com o giro acima da marca vermelha ou muito baixo — como estar a 40 km/h utilizando a quinta marcha — causa desgaste e pode até danificar partes do motor e da transmissão. Deixe para utilizar o giro acima da linha vermelha apenas em situações específicas, como ultrapassagens.

Tags:

Redação Multti Clique

Redação Multti Clique

O Multti Clique é um portal que traz as principais artigos e noticias para te ajudar. Trazendo dicas e muito conteúdo de qualidade.

Está Gostando? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *